PORTO SEGURO CARTÕES E TELEFÔNICA SÃO CONDENADAS POR FRAUDE EM CARTÃO DE CRÉDITO DE CONSUMIDORA

A juíza da 15a Vara Cível do Fórum Central de São Paulo, CELINA DIETRICH E TRIGUEIROS TEIXEIRA PINTO, condenou a Porto Seguro Cartões e a Telefônica a indenizarem consumidora em R$5.000,00 (cinco mil reais), a título de danos morais decorrentes de fraude em cartão de crédito. Segundo narrou a consumidora, ela questionou despesas realizadas em hotel no exterior junto à Porto Seguro Cartões e depois recebeu uma ligação, de pessoa que disse ser da Porto Seguro, pedindo que ela enviasse documentos por e-mail e a via física original do cartão para o endereço real da empresa. O cartão foi interceptado na empresa e os fraudadores conseguiram trocar o e-mail da consumidora no sistema, o que permitiu a troca da senha e a realização de gastos da ordem de R$26.020,35. A sentença também declarou a inexibilidade do pagamento das despesas realizadas pelos fraudadores. A responsabilização da Telefônica se deu porque a consumidora não recebeu as mensagens sms de avisos das compras, porque foi indevidamente transferida sua linha telefônica cadastrada junto à Porto Seguro, no mesmo período da fraude.

Confira a sentença SENTENÇA GISLEY

Cabe recurso contra a sentença. Atuou no caso o advogado Arthur Rollo.